Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Amigo Aprendiz

Quero ser teu amigo,
Nem demais e nem de menos...
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te como próximo, sem medida...
E ficar sempre em tua vida
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem te tirar a liberdade,
Sem jamais te sufocar,
Sem forçar a tua vontade.
Sem falar quando for a hora de calar.
E sem calar quando for a hora de falar.
Nem ausente nem presente por demais...
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso:
É tão difícil aprender...
Por isso, eu te peço paciência.
Vou encher esse teu rosto
De alegrias, lembranças...
Dá-me tempo
De acertar nossas distâncias!

Fernando Pessoa
Pintura de Igor Levashov

4 comentários:

  1. Lita querida! Que bom ver você por aqui! Fernando Pessoa é tudo de bom! Adoro a poesia dele! Amiga você deve ter notado, em todas as postagens, o selo do Blog Novo, que é um espaço, dentro do blog para divulgação de blogs novos, e/ou com poucos seguidores....ainda! Bem, espero que gostes e aceites, pois te agendei para participar do Blog Novo na semana que se inicia em 09 de julho! Clica no selo do Blog Novo e lê... Se ainda tiveres dúvidas, tô aqui! Bjo no coração!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Amiga Elaine! Que idéia magnífica a sua de ajudar a divulgar os novos Blogs! Estou muito agradecida e é com muito prazer que quero participar nessa sua iniciativa.
    Um beijo e um abraço enorme
    Lita

    ResponderEliminar
  3. Este poema de Fernando Pessoa é uma maravilha.
    Ser amigo de alguém é uma arte e uma vida.
    Têm de saber usar as cores e nunca usar demais nem de menos.

    ResponderEliminar
  4. Concordo. A amizade é como uma pintura na tela da vida... há que saber dosear as cores...

    ResponderEliminar