Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


segunda-feira, 28 de maio de 2012

Le Chateau de Versailles




O imenso complexo de edifícios e jardins que formam o Chateau de Versailles ,e que o rei Louis XIV tornou célebre, encontra-se em Versailles, no departamento de Seine-et-Oise, a aproximadamente 20 Km a sudoeste de Paris. A construção do primeiro edifício data de 1632. Louis XIII confiou ao arquitecto Philibert Le Roy a realização de um palacete de caça, núcleo original daquele que mais tarde se converteria no grande palácio do Rei Sol. Deste modo, em 1661, Louis XIV decidiu ampliar e transformar o edifício até o converter no símbolo do seu poder. Luxo e magnificência foi o que pediu aos arquitectos Louis Le Vau, Jules Herdouin-Mansart, Robert de Cotte e Charles Le Brun para a construção dos edifícios do Chateau. Gobelins ocupou-se dos extraordinários acabamentos e André Le Nôtre realizou o explêndido jardim.
As obras começaram  em 1661 e em 1682 o Rei Sol mudou-se para a sua nova residência, com toda a sua imensa Corte. Chegaram a viver no Chateau de Versailles 20 000 aristocratas franceses e um número impressionante de serviçais, constituindo assim, uma verdadeira cidade. Desta maneira, a pequena povoação de Versailles tornou-se a verdadeira capital de França, lugar de poder e de intrigas políticas. Em 1789, depois de deflagrar a revolução francesa, Louis XVI e a família real tiveram que regressar a Paris. O Chateau de Versailles foi expoliado dos seus tesouros artísticos e, depois abandonado até à época de Louis-Philippe, que o mandou arranjar, transformando-o num museu.
Outros restauros datam dos períodos que se seguiram às duas guerras mundiais.Entre as salas mais interessantes do Chateau estão os Grands Appartements du Roi, seis luxuosos salões cheios de mármores, tapeçarias, bronzes e estucados, utilizados pelo Rei Sol para as audiências da Corte.
Também são de visita obrigatória a célebre Galeria dos Espelhos, realizada por Jules Mansart em 1679-1686 e decorada por Charles Le Brun /tem 75m de comprimento, 10 de largura e 12 de altura), o Salão da Paz, com uma cúpula pintada por Le Brun, o Teatro da Ópera, a capela e os aposentos reais, situados no primeiro andar e realizados por Mansart entre 1684 e 1701. No interior do Chateau também se encontra o Musée de l’Histoire de France, que ilustra com numerosas pinturas e esculturas os feitos da História francesa entre os séc. XVII e XIX.
(fotos da net)
www.chateauversailles.fr


Sem comentários:

Enviar um comentário