Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


quarta-feira, 6 de junho de 2012

Hotel Le Meurice


Em frente ao Jardin des Tuileries, entre a Place de la Concorde e o Musée du Louvre, encontra-se o mais tradicional e glamouroso de todos os hotéis -palácios de França, o Le Meurice.
Augustin Meurice, então chefe dos correios na cidade de Calais, no norte da França, observou que, ao desembarcarem no continente francês, os turistas ingleses procuravam um certo conforto e as mesmas comodidades com as quais estavam habituados. Foi a pensar nesse público que, em 1777, ele inaugurou o hotel que tem o seu nome de família.

 Não demorou muito para Augustin ter a idéia de levar o negócio para Paris, que vivia o auge de sua efervescência cultural. Mas foi só 58 anos depois, em 1835, que o Le Meurice  se instalou  no seu endereço actual,  um prédio novo, luxuoso e com a melhor vizinhança que se pode esperar na capital francesa. Ali se hospedavam reis, aristocratas, artistas e escritores, e  muitos o utilizavam como segunda residência. Mas foi, sem dúvida, o pintor espanhol Salvador Dalí o mais marcante de seus hóspedes, pois durante 30 anos, um mês por ano, vivia no Hotel..

 Sempre foi um ponto de referência, não apenas pela qualidade dos serviços prestados, o refinamento dos quartos e dos salões, mas principalmente pela excepcional  localização, em pleno coração de Paris. Ao longo de sua existência, o hotel passou por quatro reformas . O edifício foi sendo  modernizado sem perder o charme de local antigo, repleto de história.E continua valorizando a sua marcante arquitectura do século XVIII, conservando toda a sua elegância e glamour, mas com ar acolhedor.

O chef parisiense Yannick Alleno, responsável pelos dois restaurantes do hotel desde 2003, pensou num menu informal e descontraído, onde é possivel degustar pratos clássicos franceses, repaginados de maneira glamourosa a  qualquer hora do dia – das 7 da manhã às 11 da noite. Baseado na sua criatividade e numa clientela parisiense, elaborou um menu contemporâneo, mas com um olhar no passado. Alleno apresenta pratos clássicos como a salada tipo frisée com bacon e ovo poché ou o fígado de vitela poelé. E também opções criativas como o carpaccio de vieiras, com vinagrete de beterraba e ervas frescas.  Nas sobremesas, destacam-se a tarte tatin de maçã com amêndoas fatiadas, e o macaron recheado com violetas cristalizadas e morangos silvestres.

 Na decoração do Le Meurice, restaurante de alta gastronomia que tem três estrelas no Guia Michelin, a inspiração foi o Salon de La Paix, do Château de Versailles, com móveis prateados em perfeita harmonia com todo o dourado remanescente. Foi construída também uma nova adega envidraçada através da qual o cliente pode decidir qual o vinho vai escolher sob a orientação do sommelier que acompanha a sua refeição.
A cozinha é essencialmente parisiense, mas também tem inspiração de outras regiões francesas. A apresentação dos pratos é sempre moderna e audaciosa e o refinamento está em cada uma de suas criações.

Hotel Le Meurice
228, Rue de Rivoli, 75001, Paris


3 comentários:

  1. Paris é um sonho encantado, repleto de Magia e Luz!!!
    Beijinhos
    Ester Neves

    ResponderEliminar
  2. Paris é isso mesmo, uma cidade de sonho repleta de magia e luz...
    Beijinhos

    ResponderEliminar