Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


sexta-feira, 27 de julho de 2012


Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.
Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso…
Mas sê o melhor no que quer que sejas.

Pablo Neruda
Pintura de Garmash

5 comentários:

  1. Na realidade nós não nos escolhemos, apenas existimos e devemos tentar ser o melhor que pudermos.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Seja alguem bom o suficiente para que a melhor lembrança se volte a voce.

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Lindo demais Pablo Neruda é tudo de bom, beijos

    ResponderEliminar
  4. Temos que sempre tentarmos ser o melhor naquilo que propusermos!!!
    Tenha uma semana de paz e alegria, querida amiga.
    Beijinhos de chá mate.
    Lua.

    ResponderEliminar
  5. Amo Pablo Neruda!E Fernando Pessoa também,principalmente neste poema:

    Para ser grande, sê inteiro: nada
    Teu exagera ou exclui.
    Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
    No mínimo que fazes.
    Assim em cada lago a lua toda
    Brilha, porque alta vive.

    Com o desejo de um lindo e inteiro dia.

    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderEliminar