Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O tempo



A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. 
Quando se vê, já são seis horas! Quando se vê, já é sexta-feira! Quando se vê, já é natal... 
Quando se vê, já terminou o ano... Quando se vê perdemos o amor da nossa vida. 
Quando se vê passaram 50 anos! Agora é tarde demais para ser reprovado... 
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas. Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo... 
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo. Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz. A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Mário Quintana
Pintura de Andrei Belichenko

7 comentários:

  1. Arrepiante, mas tão tão verdadeiro. Porque é que na prática nos esquecemos disso? Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Palavras sábias, as de Mário Quintana!

    O tempo perdido jamais voltará!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Lita,

    Por incrível que pareça, não sei se estou trabalhando mais ou é engarrafamento demais, o meu tempo livre é escasso e eu tenho a preocupação de não perder os segundos preciosos de vida.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Lindo o seu blog.Feito com muita Ternura e Afectos!Realmente o tempo é a maior preciosidade de hoje!Devemos aproveitá-lo sem deixá-lo que passe e se perca em tempos passados!
    Abraços.

    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  5. Quintana é maravilhoso!Linda tela!beijos,chica

    ResponderEliminar
  6. Lita,esse texto de Quintana é para ler e reler sempre para lembrar a importancia do tempo em nossa vida!Adorei sua escolha!bjs,

    ResponderEliminar
  7. O momento mais importante é o agora, então vamos aproveitar, porque ele é efêmero.
    Amiga estou de volta e cheia de saudades!!!
    Espero que esteja bem.
    Beijinhos de violeta.
    Lua.

    ResponderEliminar