Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Afinidade



Afinidade é não haver tempo mediando a vida. É uma vitória do adivinhado sobre o real. Do subjectivo para o objectivo. Do permanente sobre o passageiro. Do básico sobre o superficial. Ter afinidade é muito raro. Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Ter afinidade é conversar no silêncio, tanto das possibilidades exercidas, quanto das impossibilidades vividas.

Artur de Távola
Pintura de Willem Haenraest

9 comentários:

  1. Um desejo bonito. Conselhos de vida. Para uma bela vida. Todos os dias.

    ResponderEliminar
  2. Afinidade é como um tesouro, todos já ouviram falar, mais poucos encontraram...

    Beijinhos de brisa de verão.
    Lua

    ResponderEliminar
  3. É um dos poucos sentimentos que resistem ao tempo...

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Afinidade é encontrar a nossa metade que se revela em cada gesto, em cada atitude.

    ResponderEliminar
  5. Afinidade não é olhar um para o outro, mas ambos na mesma direcção.

    ResponderEliminar
  6. Afinidades..quase ninguém sabe o que é isso hoje em dia. Abraços. Sandra

    ResponderEliminar
  7. Lita querida quanta verdade aqui expressa em poucas palavas, afinidade ou se te ou nunca terá, afinidade não se aprende, não se incorpora.
    Tem ou não.
    Sábio e absoluto o que você disse.
    Minha alma tem a maior afinidade com sua maneia de pensar.
    Um abraço querida e muito obrigada por suas visitas deliciosas

    ResponderEliminar
  8. Lita,nada como ter uma pessoa que temos afinidade!A conversa fica bem mais gostosa e a amizade verdadeira!Artur da Távola é ótimo!bjs,

    ResponderEliminar