Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Paris é uma Festa

Há quem não goste de Hemingway. Eu adoro. É um dos meus escritores preferidos.”Paris é uma Festa” é um livro magnífico, fácil de ler, que nos transporta até Paris nos anos 20. É um livro que desperta os sentidos, e através das sua páginas vemos Paris com os olhos de Hemingway... e ele descreve Paris maravilhosamente, tal como a sua vida ali, passeios, cafés e diálogos.
É um livro intenso que cheira a cafés, padaria, croissants... adoro!!

Alegria

É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração...

(Vinicius de Moraes)

A Ponte Alexandre III

As Pontes de Paris são simplesmente uma maravilha. Adoro!
A que mais me fascina é a majestuosa  "Pont Alexandre III", oferecida à França pelo Czar Alexandre III da Rússia para a Exposição Universal de Paris, de 1900.
Símbolo da aliança Franco-Russa, esta construção metálica estilo Art Nouveau de 107 metros de comprimento e 40 metros de largura, liga os Invalides à Avenida Alexandre III, levando também ao Petit e Grand Palais. Classificada no Inventário de Monumentos Históricos em 1975, esta Ponte maravilhosamente decorada, é iluminada por 32 candelabros, simbolizando a maravilha estética da Belle Époque.

Metamorfose

Metamorfose

Para a  minha alma eu queria
Uma torre como esta,
Assim alta,
Assim de névoa
Acompanhando o rio.
Estou tão londe da margem
Que as pessoas passam
E as luzes se reflectem na água.
E contudo, a margem
Não pertence ao rio
Nem o rio está em mim
Como a torre estaria
Se eu a soubesse ter...
Uma luz desce o rio
Gente passa e não sabe
Que eu quero
Uma torre tão alta
Que as aves não passem,
As nuvens não passem.
Tão alta, tão alta
Que a solidão
Possa tornar-se humana.
(Jorge de Sena)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Luís XIV e o Amor

Não escondo que tenho pelo Rei Louis XIV um afecto muito especial, que tem feito de mim, desde à 26 anos, uma acérrima estudiosa dele próprio e do seu reinado.
Na minha biblioteca existem numerosos livros sobre este fascinante Rei.
Quero começar a biblioteca virtual do meu Blogue, com um livro que recomendo a todos que gostem de Romances Históricos:
Luís XIV e o Amor
(As Mulheres na Vida do Rei-Sol)
De Antonia Fraser

Sinopse
Luís XIV reinou em França de 1643 a 1715, ou seja, desde os 4 anos até aos 77, data da sua morte. Sobre a sua corte, escreveu Henriqueta Ana, Duquesa de Orleães e sua cunhada: «Acredito que as histórias que se escreverão sobre esta corte depois de todos nós termos desaparecido serão melhores e mais emocionantes do que qualquer romance, e receio que aqueles que vierem depois de nós não consigam acreditar nelas e pensem que são apenas contos de fadas».
Antonia Fraser dá vida a esses «contos de fadas», retratando magnificamente a corte de Luís XIV - a magnificência, o esplendor artístico, as intrigas, os elaborados rituais e, em certos casos, o absurdo e a infelicidade.
Luís XIV e o Amor descreve a galanteria destas relações, as amizades que escondem o amor, a subtil arte de cortejar, e os mais frívolos e por vezes perigosos jogos de sedução.
Chamando a atenção para o significado político das figuras femininas deste período, este livro também reflecte inevitavelmente algo da condição das mulheres de um certo estatuto social no século XVII francês. Antonia Fraser analisa as suas escolhas e até que ponto estas mulheres - esposas ou amantes - controlavam os seus próprios destinos.

Um amor para sempre

Nunca esquecerei aquele dia de Março, de quase Primavera em que conheci o Tiago.
Eu estava com a minha mãe e os meus irmãozinhos quando na penumbra, vi aproximar-se aquele menino de olhar meigo, apontando para mim, e dizendo:
-“Quero esta!”. Tinha acabado de me escolher.
Em Maio cheguei a Lisboa, depois de uma viagem desde o Alentejo, que me pareceu longa demais, metida numa caixinha de cartão, juntamente com uns pedacinhos de carne. Sempre gostei de carne...
Foi uma viagem recheada de medos e angústias, longe da minha mãe e dos meus irmãozinhos, rumo ao desconhecido.
Mas, mal se abriu a caixinha, vi a minha dona, a mãe do meu dono, que me encheu de festinhas e carinho. E soube nesse instante que ia ter uma vida longa e feliz.

Paris...

Gosto de França e adoro Paris. Adoro falar francês... Para mim Paris é a cidade mais linda do mundo! O charme e o romantismo de Paris são imbatíveis. No meu Blogue sempre haverá algo sobre Paris. É o meu tributo à minha cidade do coração... porque Paris tem e sempre terá um lugar muito especial no meu coração, na minha vida...

"O sol está dentro de cada um. Sorrir e acreditar em sí
é o caminho para alcançar a luz e o brilho que irradia da própria existência
e acalenta a crença em nós mesmos. Acreditemos no próprio sol,
ele mora no “eu” e ilumina o tudo e o todo.
A gargalhada é o sol que varre o inverno do rosto humano."
Victor Hugo