Aqui, partilho afectos.
E escrevo o que penso, do que gosto, do que me inspira.


sábado, 10 de maio de 2014

Hoje é o Dia Mundial do Lupus

 
Hoje, 10 de Maio, comemora-se o Dia Mundial do Lupus. O Lupus é uma doença auto-imune, na qual o sistema imunológico, que normalmente protege o nosso corpo, se vira contra si próprio e ataca-o, provocando inflamação e alteração do sistema afectado. Não existe causa conhecida, e não existe cura. O Lupus é uma doença crónica. A mim, tem-me acompanhado ao longo da minha vida. Já me pregou alguns sustos e por causa dele vivo permanentemente com dores articulares. Nunca me queixo, pois as dores são minhas e só a mim dizem respeito. Ao longo da minha vida sempre fui uma pessoa alegre, apaixonada pela vida, apesar de tudo. Tenho algumas limitações, é claro, mas tento superá-las com muita força de vontade. Mas, é difícil ter Lupus. Porque o Lupus não se vê, a não ser que faça estragos visíveis. E é muito difícil as pessoas compreenderem algo que não se vê. E como é que alguém pode compreender se temos aparência normal, ar saudável, podemos andar, trabalhar, ir às compras...
Mas o Lupus está no nosso interior, e só quem tem sabe como é difícil fazer tudo isto. Como é difícil levantar pela manhã, quando muitas vezes nem sabemos onde estamos nem que dia é da semana. Como é difícil ir trabalhar, ir ao supermercado e carregar os sacos das compras. Como doem os pés, as pernas, as costas, as mãos, quase tudo...
E, se tudo o que queremos muitas vezes é ficar quietas, sem nos mexermos, sem fazer nada, porque nos sentimos exaustas, todos acham que é preguiça.
E se engordamos, é sempre porque comemos demais, ou o que não devemos, ou porque não fazemos exercício físico... Nunca é porque temos Lupus.
Na realidade, o Lupus fez de mim uma pessoa forte, muito mais forte do que alguma vez poderia imaginar, fez de mim uma lutadora, mas não me tornou insensível à indiferença nem à incompreensão dos outros.

4 comentários:

  1. Oi amiga Lita,linda mensagem à quem tem Lupus.
    Eu tenho uma sobrinha que desde criança tem Lupus,sofreu muito quando pequena,pois não entendia a dor que tinha nas articulações,agora já adulta,parece que está compreendendo melhor.Foram muitas idas e vindas à hospitais até descobrirem que ela estava com Lupus.
    Bjs amiga e um ótimo domingo
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Trabalhei com uma senhora com lupus e a doença marcou-a duramente em poucos meses. Parece-me que hoje resiste com a força da Fé e também pela sua capacidade de viver.

    ResponderEliminar
  3. Desconhecia esta doença!!
    Forca amiga para continuares a lutar :)

    ResponderEliminar
  4. Lita querida bem sei que o Lupus é crônico e muito doído, conheci na Santa Casa de SP uma menina de dezesseis anos que só soube que tinha Lupus quando engravidou, infelizmente seus rins pararam e ela teve que fazer hemodiálise, vivia no hospital, nos revoltamos porque teriam que tirar a criança para ela viver, pois a parada do rim era outro problema, só da gestação, mas juntando com o Lupus estava difícil mantê-la, o marido não autorizou a interrupção da gravidez, e quando alguém questionava o procedimento jurídico para salvá-la, ela piorou repentinamente, e faleceu, fiquei revoltada, todos ficaram, mas até então eu não sabia do quando este Lupus torturava os seus portadores, menina tua luta é enorme, mas com o colete da fé e a espada do amor sei que sairás vitoriosa, pois já o és, um grande abraço, beijos mil Luconi

    ResponderEliminar